AMS dating groundwater

Coleta de amostras de água subterrânea para datação por radiocarbono

Tamanho de amostra recomendado (É possível fazer a análise de amostras menores – Por favor entre em contato conosco para maiores informações)
250 mililitros até um litro
Recipiente recomendado
Uma garrafa de tipo de Nalgene, de uso único, e com uma boca larga.
Você também pode usar qualquer garrafa de plástico (PEAD, PEBD, PP). Uma garrafa de gargalo estreito é mais fácil de selar que uma garrafa de gargalo maior, mas ambos são aceitáveis.
Beta Analytic já não recomenda a adição de uma pequena quantidade de NaOH na amostra. Isto era necessário para o processo de precipitação do CID mas já não é necessário com o método de extração de gás utilizado pelo laboratório.

Por favor nos informe se suas amostras contém sal ou se estiveram na proximidade de qualquer lugar utilizando 14C artificial. Os recipientes da coleta de amostras e/ou o transporte devem ser novos e não ter sido usados anteriormente.

Não podemos aceitar amostras de água do mar que foram tratadas com cloreto de mercúrio (HgCl2) ou azida de sódio (NaN3) porque não temos as capacidades de eliminação de estas substâncias tóxicas.

Beta Analytic está oferecendo medições de oxigênio-18 e isótopo estável de deutério para amostras de água, sem nenhum custo adicional para amostras submetidas à datação por radiocarbono. Essas análises também podem ser encomendados de forma independente, sem datação por radiocarbono.

Como coletar amostras de água subterrânea

Bottle

1. Tire a água do poço

2. Antes de iniciar a coleta do poço / torneira, deixe a água correr pelo tempo suficientes para que a água que está sendo coletado venha diretamente do aqüífero. Dependendo da profundidade do poço, isso pode ser por alguns minutos ou mais.

3. Deixe a água do poço fluir sobre o gargalo da garrafa, e esvazie-a para encher de novo.

4. Encha a garrafa completamente, mas deixando o pescoço vazio para permitir a expansão do líquido durante o transporte.

5. Coloque fita adesiva ao redor da tampa para evitar o intercâmbio ou a possível perda do CO2 da água.

Outras recomendações

– Ponha na garrafa o número de identificação da amostra que corresponde com tinta indelével ou uma etiqueta que não possa ser removida.

– Meça o pH da amostra de água e envie-nos as informações (não obrigatório).

– Não há necessidade de refrigerar amostras de água armazenadas.

– Não adicionar produtos químicos às amostras de água.

Estudos têm demonstrado que armazenar águas subterrâneas por mais que 500 dias empolipropileno (PP) garrafas podem induzir efeitos isotópicos.1 Foi recomendado que as amostras que serãoarmazenadas por longos períodos sejam recolhidas e mantidas em garrafas de vidro ou de plástico tipo Poliacrilonitrila (PAN).

Antes de colocar as garrafas em uma caixa de papelão resistente, por favor, meta as garrafas em um saco plástico e feche o saco com um fecho tipo trava ou com fita. Assim, se qualquer uma das garrafas verte líquido durante o transporte, a água não vai danificar a caixa. Utilize uma caixa com enchimento suficiente para evitar a ruptura das garrafas durante o transporte.

Recomendamos o uso de um serviço de correio courier ou registrado urgente para enviar as amostras para o laboratório. Por favor envie-nos o número de rastreamento da sua remessa para que possamos controlar a chegada de suas amostras.

Análise de radiocarbono das águas subterrâneas pode ser uma ferramenta de monitoramento para evitar que o excesso de bombeamento do aquífero antes que este fique contaminado ou super-explorado. Ao contrário de modelos teóricos e de dados de análise química após a contaminação, a análise de radiocarbono no nível natural “oferece dados empíricos que podem ser usados” para tomar decisões sobre o futuro de distritos de água antes do dano acontecer.

A datação de radiocarbono de águas subterrâneas é usada em combinação com as medições primárias de hidrologia e análises químicas clássicas. A datação de águas subterrâneas vai produzir os melhores resultados quando envolve medições múltiplas ou amostragem seqüencial. Os dados mais úteis vêm destas comparações e não de idades absolutas.

Para várias medições, as idades aparentes de águas subterrâneas retiradas de bombas que estão em diferentes distâncias do afloramento do aqüífero pode ser um meio de verificar a taxa de fluxo e também indicam situações de excesso de bombeamento.

Para a amostragem seqüencial de um poço individual a cada seis ou doze meses, quaisquer alterações na idade aparente da água são traçados em função do tempo. Se a idade da água mostra-se cada vez mais jovem à medida que a monitorização progride, o motivo será normalmente devido a um acesso às camadas de água mais rasas. A datação por radiocarbono tem o potencial de dar um aviso prévio de contaminação iminente por águas da camada superficial.

Leia mais sobre Datação de águas subterrâneas.

1. Secular change of stable carbon isotopic ratio in groundwater samples during their storage in laboratory, Takahashi H., Handa, H., Minami, M., Aramaki T., Nakamura, T., Japan Geoscience Union Meeting 2015.

Informações relacionadas:

Análises de isótopos estáveis δ18O e δD para águas salinas e hipersalinas