Controle e garantia de qualidade do Beta Analytic

  • Beta Analytic segue procedimentos rigorosos para garantir a qualidade de seus resultados
  • A acumulação simultânea das razões isotópicas de carbono garante o controle de qualidade contínuo durante a detecção
  • Todos os resultados são acompanhados de um relatório de garantia de qualidade

As amostras para datação por radiocarbono recebidas no laboratório são imediatamente submetidas a medidas rigorosas de controle de qualidade, a começar pela verificação de que a documentação coincide com as amostras recebidas. Os dados são cruzados por várias pessoas durante todo o processo de registro, catalogação, pré-tratamento, conversão química, carregamento e detecção por AMS, redução de dados, cálculo e elaboração de relatórios.

Antes da publicação de um relatório, cada fase da análise de cada amostra terá sido verificada por pelo menos sete pessoas. Cada uma das pessoas examina o trabalho e os registros feitos pela pessoa anterior. As medidas de controle de qualidade são tomadas em cada uma das etapas da análise para garantir que a amostra seja manipulada e analisada de forma adequada e precisa.

O cálculo e a reportagem dos resultados são realizados com o uso de um software próprio do laboratório que verifica cada um dos resultados múltiplas vezes. É utilizado um amplo sistema de cruzamento de dados que inclui 300 páginas de compromissos de controle de qualidade, de acordo com a certificação ISO-17025.

É também realizado o monitoramento diário da instrumentação e da pureza química, além de verificações minuciosas por computador das análises estatísticas e dos cálculos de idade final.

Controle de qualidade

A injeção sequencial de Carbono 13 e Carbono 12 possibilita a medição da razão de C13/C12 dentro do espectrômetro de massas com aceleradores (AMS), necessária para uma medição precisa da correção de fracionamento total sem depender de medidas relativas e suposições (como ocorre com máquinas mais antigas). A injeção sequencial de Carbono 14, Carbono 13 e Carbono 12 permite o cálculo de idade com as razões de C14/C12 e C14/C13. A acumulação simultânea de razões de C14/C12, C14/C13 e C13/C12 garante o controle de qualidade contínuo durante a detecção; o cálculo de cada razão fornece três medidas diferentes para garantir que o percurso do isótopo permaneça estável durante a análise.

Além de medir a razão de C13/C12 dentro do AMS (correção para o fracionamento total para derivar a mais precisa idade de radiocarbono convencial/pMC), a razão de C13/C12 da amostra também é analisada em um espectrômetro de massas de razões isotópicas (IRMS). O Beta Analytic possui quatro IRMSs do modelo Thermo-Finnegan Delta em seu laboratório para garantir a redundância e um volume contínuo de processamento. Os IRMSs são também empregados para medir d15N em amostras de ossos e matéria orgânica, d18O em carbonatos e dD/d18O em água.

Antes que os dados sejam aceitos, são testados múltiplos parâmetros para cada amostra. Isto inclui, entre outros, as correntes catódica, de extrator e de foco de césio; as razões de C14/C12 de alta energia, de C14/C13 de alta energia e de C13/C12 de baixa energia; as correntes de C12 de baixa energia e de C13/C12 de baixa energia; e contagens fechadas de C14. Uma vez aceitas, são utilizadas as razões entre e dentro do padrão de referência moderno do ácido oxálico para calcular a fração do valor moderno das variáveis.

Qual é a importância da garantia de qualidade para a datação por radiocarbono?

Aviso legal: Este vídeo está hospedado em um site de terceiros e poderá conter publicidade.

Relatório de garantia de qualidade

Os clientes do Beta Analytic recebem relatórios de garantia de qualidade com seus resultados. Esses relatórios apresentam os resultados dos materiais de referência usados para validar as análises de radiocarbono antes de sua reportagem. Os materiais de referência de valores conhecidos são analisados quase simultaneamente junto com os de valores variáveis. Os resultados são reportados como valores esperados contrapostos a valores medidos. Os valores reportados são calculados segundo os padrões NIST SRM-4990B ou SRM-4990C, e corrigidos por fracionamento isotópico. Os resultados são reportados com a porcentagem da medição análitica direta, carbono moderno (pMC), com um desvio padrão relativo.