COVID-19 Notice: ACCEPTING SAMPLES
Beta Analytic, as a laboratory, is considered an essential business under Florida's statewide Stay-at-Home Order. Taking the necessary measures to maintain employees' safety, we continue to operate and accept samples for analysis.

Adequabilidade da Amostra: EMA ou Datação Radiométrica?

A escolha do melhor método para a datação por radiocarbono depende da quantidade de amostra disponível ou, no caso dos materiais caros, quanto deles você pode se dar ao luxo de destruir. A datação por EMA, por exemplo, inclui a combustão da amostra para convertê-la em grafite.

Ventagens da datação por radiocarbono com AMS sobre a análise radiométrica com LSC:

AMS Radiocarbon Dating

(a) a pequena quantidade de amostra necessária (tão pouco quanto 20 mg) – portanto, ela é recomendada para a datação por radiocarbono de partículas de sangue, grãos, sementes, pequenos artefatos ou materiais muito caros ou raros;

(b) demora menos que o método radiométrico (menos de 24 horas);

(c) maior precisão do que as técnicas radiométricas.

A datação por AMS é um método avançado se comparado com a análise radiométrica, que utiliza a contagem de cintilação em meio líquido (LSC em inglês). O preço das análises com AMS é maior.

Beta Analytic já não oferece a datação radiométrica com LSC.