COVID-19 Notice: The lab is currently operating as usual and following the safety recommendations from the government in Florida. We will continue to monitor the situation closely to ensure employee safety.

Due to these unprecedented times, the situation may change at any moment, and we encourage you to contact us before sending your samples so we can recommend you the best way to proceed.

AMS dating pollen

Datação por AMS de Pólen

Tamanho de amostra recomendado (É possível fazer a análise de amostras menores – Por favor entre em contato conosco para maiores informações)
   20 miligramas (húmidas) ou 5-15 miligramas (extrato seco)
Serviços de datação por carbono
   AMS Standard – resultados reportados em 14 dias úteis ou menos
   AMS Priority – 6 dias úteis ou menos
   AMS Time Guide – 2-3 dias úteis
Recipiente recomendado
Tubo de microcentrífuga
Recomendamos que o envio das amostras seja realizado em pequenas caixas sempre que possível (em vez de usar envelopes) para proteger a integridade física das amostras durante o seu transporte.
O laboratório só aceita pólen extraído.

Obs – As taxas incluem medições de δ13C, relatórios de garantia de qualidade, calibração de calendário quando necessária, acesso eletrônico permanente a resultados anteriores e análises em andamento.

Pré-tratamentos – Pré-tratamentos em laboratório não são possíveis. As amostras de pólen deverão ser enviadas “prontas para análise”.

Pólen Extraído – Não fazemos a extração de pólen. Se você deseja extrair grãos de pólen para datação, precisaremos entre 5 e 20 mg de pólen extraído livre de quaisquer sedimentos. A seguinte publicação fornece boas informações sobre a extração de pólen – Brown et al. (1989): Radiocarbon Dating of Pollen by Accelerator Mass Spectrometry. Quaternary Research 32: 205-212.

A amostra deverá ser neutra (pH 6-8) – O extrato não pode ser ácido para que seja possível realizar a datação por AMS. Quando há uma quantidade suficiente da amostra, uma pequena porção é testada para garantir a neutralidade. Se o extrato for ácido, ele é enxaguado com água deionizada para se obter um nível de pH neutro. No entanto, uma perda na massa da amostra pode ocorrer durante esse processo.

A secagem não é necessária – A amostra de pólen enviada para a datação por AMS não precisa estar seca. Ela poderá ser seca no laboratório. Porém, se você mesmo preferir secar a amostra, não utilize acetona ou metanol, pois isso poderá acarretar em resultados falsos de maior idade.

Embalagem Recomendado – Você pode usar tubos de microcentrífuga com tampa de pressão (volume de 1,5-3 cc) como recipientes do pólen extraído. Para o transporte, coloque os tubos em sacos rotulados, separados e com fecho zip. Também recomendamos que envie as suas amostras em pequenas caixas sempre que possível (em vez de usar envelopes almofadados) para proteger a integridade física das amostras durante o seu transporte. O equipamento utilizado pelos serviços postais para classificar envelopes inclui geralmente rolos automatizados que podem danificar as amostras.

Datação por EMA de Pólen Extraído

O laboratório normalmente precisa de 5-20 mg de pólen extraído (peso seco aproximado) para a datação, dependendo do teor de carbono. É importante garantir que todos os carbonatos (CaCO3) tenham sido totalmente removidos para que não haja uma redução ainda maior da massa antes da combustão da amostra.

Ocasionalmente, o laboratório recebe amostras identificadas como “pólen”, mas, quando vistas pelo microscópio, verifica-se que são constituídas de vários componentes, como sedimentos, fibras, e matéria orgânica de plantas. Em tais casos, o laboratório consulta o cliente quanto a proceder ou cancelar a análise. Se a análise for levada adiante, o material analisado será listado no relatório de resultados como “matéria orgânica” em vez de “pólen”.